Central Engenharia - Mercado de Trabalho | Cursos e Salários

Social Icons

terça-feira, 12 de março de 2013

Engenharia a Distância Vale a Pena?

Como Assim? Engenharia a Distância 

Você acredita que é possível formar engenheiros de qualidade em um curso de engenharia EAD (Curso de Engenharia a Distância)? É nisso que muitas universidades tem apostado. Com o objetivo de formar profissionais da área da engenharia várias universidades estão abrindo cursos de engenharia EAD (Curso de Engenharia a Distância), e por enquanto são apenas alguns curso que não exigem muitas aulas práticas como engenharia florestal por exemplo.

Engenharia a Distância

A Grande Dificuldade Que Essas Universidades Tem Enfrendato


A grande dificuldade que essas universidades tem enfrentado é justamente a integração de aulas práticas com as aulas teóricas, mas não é nada que venha a desmerecer o curso, pois as universidades tem se esforçado em manter as principais matérias em dia e com um número de aulas presenciais maior se comparado a maioria dos outros cursos de graduação no método EAD.
A grande vantagem oferecida por um curso de engenharia EAD (Curso de Engenharia a Distância) é justamente a flexibilidade de horário, o que permite ao estudante um melhor aproveitamento do tempo e a possibilidade de fazer estágio sem interferir no andamento do curso de maneira significativa.
Um grande beneficio que tem atraído muitos jovens a este tipo de curso é o valor da mensalidade que geralmente é bem menor do que uma graduação normal, além do salário de um engenheiro que atualmente é bem valorizado, independente da área de atuação.
Se você pretende cursar um curso de engenharia EAD (Curso de Engenharia a Distância) você pode cursar sem medo pois, esses cursos já estão sendo reconhecidos pelo MEC, mas, não se esqueça de verificar junto ao MEC antes de fazer a matricula se o curso da universidade que pretende cursar está cadastrado.

Fonte: Engenhariabr

47 comentários:

  1. Cara na moral, que tipo de empresa contrataria um engenheiro formado online, não faz sentido, se hoje em dia formado presencial já está uma merda arrumar emprego imagine um semi-analfabeto formado online. de verdade se esse mec não fosse corrupto assim como, os demais setores do governo isso nem existiria. e outra coisa a carga horaria cagueta a formação do aluno. certamente ele tera só um diploma e nada mais talvez se estudar muito e pagar um cursinho consiga entrar no setor público como engenheiro de alguma prefeitura para trabalhar no setor de fiscalização ganhando uma merda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara... Menos na boa!
      Hoje em dia as empresas não querem nem saber se você se formou presencial ou online. Elas querem saber se você da conta do recado rapaz.

      Excluir
    2. na verdade o mau do brasileiro é sempre reclamar ,reclamar , como você pode chamar o mec de corrupto sem provas ?? e outra corrupto é alunos igual a voce que acha que só por que esta frequentando todos os dias acha que o conhecimento vai entrar na sua cabeça .
      qualquer ensino seja ele online ou presencial ambos oferecem oportunidade de aprendizagem basta o aluno se dedicar agora fazer fazuldade online e ficar de palhaçada na frente de televisao ai na vai mesmo

      Excluir
    3. Acredito que na área de Engenharia o aluno se faz no dia a dia do da faculdade e laboratório, o curso é bastante puxado, não falo de calculo 1, 2 , 3 ou 4 e sim das matérias especificas da área que exige muito do aluno. Se presente muitos alunos tem duvidas por exemplo, como dimensionar pilar, laje ou estrutura de fundações, entre outros fica muito difícil ao meu ver um profissional a distancia dominar se quer 40% do curso. Isso ao meu ver acho um dinheiro jogado fora fazer um curso como engenharia EAD.

      Excluir
  2. Sou formado em Engenharia de Produção Mecânica, e posso falar que estou me sentindo desvalorizado, virei noites estudando nos 5 anos em que estive na Universidade e agora a mesma Instituição que se vangloriava de ostentar títulos de excelência na área de engenharia, coloca um curso EAD em engenharia, isso é completamente sem proposito e um tiro no pé, tenho duas faculdade "Presenciais" e curso Mestrado e posso falar com certeza que o mercado não aceita meio profissional, você não pode apagar a convivência pratica com professores e alunos que nos fazem diferenciados em qualquer área, quem gostaria de morar em um prédio que um engenheiro a distância projetou, ou se consultar com um médico que tele aulas práticas pela internet.
    Não é de se admirar que pontes e ciclovias estejam caindo, a educação não é mais levada a sério a muito tempo, onde faculdades se prostituem em nome de lucros, isso que a safra de engenheiros formados a distância nem saiu, pensem no caos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. como vc mesmo disse "isso que a safra de engenheiros formados a distância nem saiu" quer dizer que foram os engenheiros de cursos presenciais que derrubaram pontes... O bom profissional busca se destacar e adquirir conhecimentos nao importa os meios .

      Excluir
    2. Boa resposta cara.
      Concordo com você. Alguns brasileiros querem moleza até nos estudos. Vai estudar cara, e para de preguiça sujeito.

      Excluir
    3. na verdade as pontem q caem é por causa ddos alunos presenciais

      Excluir
    4. na verdade as pontem q caem é por causa ddos alunos presenciais

      Excluir
    5. Pessoal, as faculdades presenciais estao lotadas de alunos imaturos nas publicas nem se fala. Dica: TEm que ter experiência em obra, nem que seja de ajudante, vai fazendo seu curso ead na boa ai sim vc sera um grande engenheiro civil. essa historia de presencial e melhor conversa fiada estudo na pucminas e o que vejo imaturidade o tempo todo, alunos colando via whats app etc

      Excluir
    6. Cara para de ser arrogante tem gente que faz EAD por unica opção, eu mesmo quero fazer engenharia mecanica mas tenho condição de sair da cidade a unica opção é eu fazer EAD.

      Excluir
    7. Isso é arrogancia de engenheiro mesmo. Cara...como pode...engenheiro tem esse nariz empinado. Formei me em bacharelado em informatica 5 anos tb e nao vejo essa marra toda nos colegas que se formaram. Voce sabe muito bem que tem alunos que tao nem ai pro curso presencial. O profissional nao pode ser medido ds maneira que voce quer, meu caro.

      Excluir
  3. Ainda falando a vcs, tem muito mocinho de diploma de civil embaixo do bracinho, desempregado e reclamando da vida. tem que ter experiencia, tem que trabalhar durante o curso. Essa profissao se aprende com pratica. Agora quem nao quer ir pra obra durante o curso o jeito e fazer pos e ser professor. Tem muito aluno que tem pavor de obras e esta sentado com o traseiro nos bancos das publicas se achando... Continuem se achando e os ead estao dominando o mercado.

    ResponderExcluir
  4. O problema não é a flexibilidade de horários, o problema seria o grande custo nas universidades particulares, e a maioria das pessoas não tem a capacitação de passar em faculdades Estuais ou Federais, ela é flexivel no preço e não nos horários!

    ResponderExcluir
  5. Impressionante ler tanto "recalque" por parte dos filhinhos de papai aí que estudaram em universidades presenciais. As pontes estão caindo por causa de vocês amigo, não por causa dos alunos ead que ainda nem se formaram. O ensino a distância exigi muito mais disciplina e dedicação e a vivência presencial não quer dizer nada. Senta a bunda na cadeira e vai estudar rapaz. Eu posso falar porque já estudei em ambas as modalidades, e as duas tem seus prós e contras, mas não dá pra questionar a qualidade do profissional formado a distância, isso é uma burrice de gente ignorante e retrograda. Antes de falar merda, e emitir conclusões sem nenhuma base (Acho que alguém aí faltou a aula de metodologia científica, pois o pensamento científico não é baseado no "achismo" do senso comum), se matricule em uma universidade a distância, se forme, e depois, só depois de ralar 5 anos em uma faculdade a distância, você poderá emitir sua opinião, seu boçal de merda, filhinho da mamãe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade!Trabalho em obras e pretendo fazer Engenharia de produção EAD e conheço muitos engenheiros formados em presenciais que não têm coragem de trabalhar em obras e depois ficam se queixando...o mercado sempre estará aberto para quem é esforçado e estudioso seja EAD ou não...sei que vai chegar o tempo que só existirá faculdades EAD mentes retrógradas.

      Excluir
    2. Faço Engenharia Civil Presencial e a faculdade está adotando algumas disciplinas em EAD. Minha opinião é contra o ensino a distância, pois quando comparo o nível de ensino presencial com o EAD, vejo que o EAD apresenta deficit e que não é aprofundado nas teorias.

      Excluir
  6. Sou engenheiro de computação (presencial) e estou no último ano do curso de engenharia elétrica (a distância). Portanto, acredito que eu tenho bastante propriedade nesse assunto.

    Entrei no curso presencial quando tinha 18 anos, logo depois da conclusão do ensino médio (universidade particular). já o curso a distância comecei quando tinha 33 anos e já estava inserido no mercado de trabalho, com bastante experiência na área. Escolhi o curso para agregar valor ao meu currículo (tenho 2 pós graduações em gestão) e para conseguir fechar novos negócios que estão aparecendo - sempre fui empreendedor.

    Posso dizer, sem a menor dúvida, que aproveitei muito, mas muito mais o curso a distância. Pela minha maturidade, pela flexibilidade de horários (hoje trabalho mais que 50h por semana e tenho 3 filhos - o que impossibilitaria de eu cursar engenharia presencialmente, 5 dias por semana, 4h por dia).

    Portanto, resumindo, posso assegurar que quem faz o aluno é o aluno e não o curso ou a instituição. Para o aluno esforçado, o resultado será satisfatório, seja EAD ou presencial. Para o aluno que não tem motivação, será um mal profissional, independente se o curso foi ministrado a distância ou presencialmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela contribuição!!
      Bom receber esse tipo de feedback.

      Eu estou me formando em Engenharia de Software EAD e não vejo muita diferença, a não ser que eu prefiro aprender com foco em matemática e meu curso, assim como o mesmo presencial, focam mais no dev do software mesmo, mais mão na massa.
      Eu só consigo ver números, funções, matrizes, vetores etc
      Foi só assim que consegui aprender a desenvolver.

      Espero que seja possível tentar um mestrado fora do país com EAD.
      Eu já trabalho pra uma companhia multinacional, então acho que seria o passo final pra realização.

      Excluir
    2. Bom eu tenho 37anos e tenho 2 filhos sou empreendedor e presto serviços pra uma multinacional na area de recuperaçao civil e o que vejo e um monte de engenheiro formado em faculdade presencial que morrem de medo de assumir uma responsabilidade e um problema facil de resolver que eu tenho a coragem de bater no peito e resolver os cara ficam empurrando um pro putro e ninguem se encoraja agora estou decidido vou cursar engenharia civil e procuro um EAD nessa area garanto que com minha experiencia em execuçao de obra serei um engenheiro muito mais capacitado do que filhinho de papai que esquento 5 anos a cadeira da escola sem nunca ter nem visto o andar de uma obra.

      Excluir
  7. Na moral?
    A verdade é que muito mlk que estudou no presencial(como eu) acha que "não é justo" um cara que se formou no ead competir de igual.

    Porém, eu penso que é uma visão muito imatura e medíocre!
    Digo porquê:

    Na Alemanha, de onde minha família vem, há muitas universidades com cursos presenciais que tem até 40% das aulas à distância e esse número só cresce!
    Existe EAD na Alemanha também e se chama Fernstudium, literalmente, faculdade à distância.

    As graduações lá, tÊm duração, quase sempre, de 3 anos. E a despeito de serem em turnos integrais, o que é muito cobrado é o conceito de:

    LERNAUTONOMIE - Autonomia de aprendizado, em tradução livre.
    Foi o foco do bacharel em Letras Alemão na UFSC, que eu cursei por um tempo.
    O que se busca são alunos capazes de buscar a fonte de conhecimento SOZINHOS, daí a autonomia e não alunos que vão pra sala de aula esperar o gotejamento do professor, ou ter este, como fonte única de conhecimento.
    Foi para quebrar esse paradigma, que as universidades começaram a apostar no EAD, que em grade curricular, muitas vezes não tem perdido muito para o presencial.

    E por último, como já foi falado, o que importa quando vc se forma, não é ter o diploma e sim, SABER FAZER!
    Segundo a última pesquisa de uma PhD que deu entrevista à FOlha, se não me equivoco, 80% dos formandos não conseguem emprego na área!
    Esse número é de unis tradicionais e presenciais!
    Ué ... como pode se é tão "superior" o ensino?

    Não significa, que um ead vai tirar a vaga do presencial, ppois também penso que o presencial teria vantagem, mas ainda acho que vão preferir quem for melhor qualificado e melhor preparado pra desempenhar o papel a que se dispõe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ead e uma plataforma de ensino que existe em várias universidades do mundo inteiro diga se passsagem as melhores e depois depende do aluno

      Excluir
  8. Gostaria de cursa engenharia de produção na uninter e uma boa escolha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mano a uninter é boa mas ainda não é reconhecida pelo mec..apenas quando o primeiro curso de engenharia .

      Excluir
  9. Bom dia a todos faço Engenharia de produção.presencial.e to indo para distância.

    ResponderExcluir
  10. A distancia e muito melhor inclusive vem de paises desenvolvidos que não e o caso do Brasil....onde boizinho vai pra faculdade por conta do papai , vive na Gandaia e bebedeira...só baderna mas tbm se forma e acha que e melhor porque fez presencial nada a ver...

    ResponderExcluir
  11. A distancia e muito melhor inclusive vem de paises desenvolvidos que não e o caso do Brasil....onde boizinho vai pra faculdade por conta do papai , vive na Gandaia e bebedeira...só baderna mas tbm se forma e acha que e melhor porque fez presencial nada a ver...

    ResponderExcluir
  12. Bom dia a todos!! Sou Técnico em Manutenção Mecânica há mais de dez anos, trabalho em regime de embarque (14x21) e por conta do próprio regime de trabalho e dos compromissos em casa com esposa e filhos, buscarei a Engenharia Mecânica à distância... Gostaria de saber dos senhores que já tem experiência na Engenharia EAD se indicam alguma instituição em especial?? Aqui na minha região existem a UNOPAR, a UNIASSELVI (a qual já estou finalizando a graduação em ADM, mas gostaria de estudar em outra instituição) e a Claretiano, que oferecem Engenharia Mecânica EAD... Recomendariam alguma destas??? Conseguem mesmo dar conta de matérias como cálculo e álgebra estudando sozinhos??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trabalha na Petrobras? Sou da Bahia, eletrotécnico e pretendo num futuro bem próximo concorrer a uma vaga ai em Macaé para embarcar, VC recomenda? A situação da Petrobras já esta melhorando ?

      Excluir
  13. senhores, existem profissionais de merda em todo lugar, em qualquer area,nao importa onde e como tenham estudado, algumas pessoas dizem que muitos que estudam na ufmg sao maconheiro

    ResponderExcluir
  14. senhores, existem profissionais de merda em todo lugar, em qualquer area,nao importa onde e como tenham estudado, algumas pessoas dizem que muitos que estudam na ufmg sao maconheiro

    ResponderExcluir
  15. BOA NOITE GALERA.FACO ENGENHARIA ELETRICA EAD.TRABALHO EMBARCADO EM PLATAFORMA DE PETROLEO ,TEM ENGENHEIROS FORMADOS EM ELETRICA PRESENCIAIS QUE CHEGAM LA NA PLATAFORMA MAIS PERDIDO QUE CEGO EM TIROTEIO..MANDA ESTES FILINHOS DE PAPAI PRA LA PRA MIM DAR UMA AULA A ELES..KKKKKK

    ResponderExcluir
  16. Eu faço Engenharia de Produção EAD, eu fazia presencial na melhor universidade do paraná a UTFPR, hoje eu me sinto um lixo nas matérias de calculo complexos, no presencial o professor te passa com a barriga, EAD vc se fóde para passar nos "concursos" de cada matéria!

    ResponderExcluir
  17. Pior disso é que as pessoas estão muito deslumbradas com o fato UNIVERSIDADE FEDERAL, ou seja, só vale mesmo qualquer graduação que for adquirida por lá. Ninguém consegue raciocinar que, as faculdades federais não comportam todos os estudantes que se formam no ensino médio... logo cada ano se torna mais difícil o Enem para selecionar esses alunos, e assim se acham DEUSES... por que os riquinhos papai pagou cursinho, outros se desligaram da vida para ostentar esse diploma, é merecido, vemos casos que eles abriram mão de tudo por isso. Mas não precisa desfazer da capacidade do outro que não conseguiu passar e entrou em uma Privada.
    Conheço gente que estuda graduação em FEDERAL que nem existe profissão ainda, e quer ficar se achando em cima de quem faz PARTICULAR... que nenhuma presta...
    Pessoal que faz ead como eu, já deve ter escutado um comentário menosprezando nosso curso pelo fato de ser ead, porque acham que é a fácil o conteúdo por não ser presencial, que falta interação com colegas e professores... IDIOTAS! Prefiro ead e faço os trabalhos sem carregar um bando de folgados nas costas que querem ficar no barzinho da frente e pegar carona na sua nota.

    ResponderExcluir
  18. Bom dia, sou coordenador administrativo na construção civil a 12 anos e posso falar com toda a propriedade que trabalho no meu dia a dia com engenheiros que fizeram faculdade presencial e que não sabem nada, só sabem dar carteiraço.
    Vamos em frente pessoal, não é nenhum desmerito formar a distancia não. Por experiencia propria, engenheiro não é diploma, engenheiro é experiencia no campo e dedicação, pois umbom engenheiro se faz ao longo dos anos, essa historia de que fazer faculdade presencial, pegar o diploma e já é engenheiro é pura conversa mole........... engenheiro sai da faculdade com um diploma e uma arrogância, a formação é durante os anos que ela vai adquirir.
    Quem é engenheiro a varios anos e que já passou por isso sabe o que estou falando.

    ResponderExcluir
  19. Muito obrigado pelo comentário brother

    ResponderExcluir
  20. Olá pessoal sou formado em mecatrônica nível técnico e trabalho como eletromecânico de manutenção a + ou - 8 anos,e estou pensando cursar engenharia elétrica apesar de já ter 35 anos,alguém pode me indicar uma boa instituição ead aqui na região de campinas SP,um abraço...

    ResponderExcluir
  21. Boa noite povo de Deus,sou servidor publico e vou fazer 35 anos e queria fazer engenharia de producao,mas nao tenho interesse em trabalhar na area.Alguma instituição boa proxima a juiz de fora,minas gerais,alguem sabbe?

    ResponderExcluir
  22. aki na empresa veio dois eng recém formando,para montar umas maquinas,um eng nao sabia nem fechamento de motores eletrico,o outra nao sabia que era calibrado de folga.de quem é culpa.'nao e faculdade ou do curso EDA ou é falta de interesse.
    so tec.automação industrial no curso, na displina de PLC's e sistema supervisório o professor foi péssimo nao tinha conhecimento de muita coisa ai paguei o curso online de plc e supervisório ate hj nao arrependo.depende muito do interesse da pessoal

    ResponderExcluir
  23. BOA NOITE PESSOAL ***IMPORTANTE COMUNICADO***.
    O professor Pierluigi Piazzi, elucida bem isso que estamos debatendo aqui meus caros amigos. A questão não é onde você frequenta seu cursinho, e sim como você o faz estudando solitariamente e com vontade de aprender. Sala de aula serve para assistir aula, você está totalmente submisso ao seu docente, internet também é sala de aula, em ambos locais você é apenas aluno. Estudante é o indivíduo que se compromete em por em prática tudo que viu e ouviu em sala de aula! O ser humano só aprende algo novo, se ler, escrever e dialogar sobre o assunto, seja em exatas ou outros, princípio básico de aprendizagem. Se você depender de apenas copiar o que o outro faz, será um mero chimpanzé de circo. Isso em qualquer área. Sou Técnico em Eletrônica formado pelo SENAI, especialização em Elétrica/Automação/Instrumentação Industrial a 12 anos, falo Inglês e mandarim com fluência enquanto muitos Engenheiros soberbos não passam de mais um Joel Santana à solta. Ja ministrei treinamento para vários Engenheiros Eletricistas que se perdem em meio a tanta informação, todos eles foram presenciais em suas "faculdades"! Todos dizem a mesma coisa, você só falta diploma. Nunca fui auto-didata, apenas sou um estudante .Hoje quero fazer EAD em Engenharia Elétrica que por sinal é um ótimo meio de estudar no conforto da minha casa, sem o ambiente hostil de uma faculdade presencial cheio de alunos imaturos (não todos, a maioria) que só estudam em dias de prova, colantes e que se preocupam em correr atrás do professor para conseguir pontinhos para atingir média e passar o semestre.
    EAD não foi criado para tirar nem por mérito em ninguém, é apenas uma ferramenta de auxilio para quem já atua no ramo e prestes a galgar mais um patamar em sua carreira profissional.

    ResponderExcluir
  24. Eu estou cursando Engenharia da Computação pela UNIVESP e estou me sentindo muito bem. O conteúdo é muito bom. E quem acha que o Curso EAD é faculdade de merda, tem muito que aprender. Estudei Administração de Empresas (presencial) e garanto: não tem comparação. A dedicação é muito maior, o esforço que você faz para se concentrar é muito maior. Ainda estou no primeiro semestre e posso dizer com toda propriedade que, quem ainda não conhece um EAD e desmerece quem faz e acha que os profissionais que se formam em ensino a distância são medíocres vai o meu recado - tenho uma pena danada da sua arrogância. Faça algum curso online e se dedique, faça os exercícios sem interferência do coleguinha que quer só copiar o que você já fez, que entra em grupo pra fazer trabalho e ser só o nome no trabalho porque não fez nada. Tenha dó! A tendência das universidades mundiais são ser totalmente virtuais, com exceções de graduações mais técnicas como medicina e outras que precisam muito de uma abordagem mais presencial. Mudar as mentes e mostrar, no mínimo respeito, faz parte da boa convivência. Seja o aluno presencial ou o aluno EAD. Eu me orgulho muito disto.

    ResponderExcluir
  25. Estou cursando engenharia de produção EAD, mas já trabalho na área de produção industrial a 17 anos, posso afirmar com toda certeza que " o que vai determinar o tipo de profissional que você vai ser, será sua dedicação aos estudos e a experiência, sendo que está só com tempo" por diversas vezes na empresa, contratamos profissionais na área de engenharia, alguns já na fase de estágio e o caras não sabiam nada, não tomavam decisões, totalmente omissos a suas responsabilidades, e digo mais boa parte formados em universidades federais, então fica a dica faculdade não determina o tipo de profissional que você vai ser.

    ResponderExcluir
  26. Se a presencial é tao boa assim...tanta diferença...nao precisam se preocupar..nao entendo a preocupacao de vcs..se vcs sao os melhores..cada um na sua! Ou vcs tem medo??

    ResponderExcluir